Nativa do oeste da África, a palma de óleo foi introduzida no Brasil no século XVI, onde se adaptou bem ao clima tropical. A Palmaplan possui cultivo de palma de óleo na porção mais setentrional do Estado de Roraima, na localidade de Vila do Equador, em Rorainópolis. Toda a sua plantação de palma de óleo foi cultivada pensando no menor impacto ambiental possível, o que inclui o uso racional dos insumos, por exemplo. Além disso, a palma é notadamente reconhecida pelo seu potencial de fixação de carbono, contribuindo para redução da concentração de poluentes na atmosfera.

Atualmente, contamos com mais de 2,5 mil hectares plantados e estima-se que cada hectare de plantação adulta seja capaz de armazenar cerca de 26 toneladas de carbono retirados da atmosfera. Com vida econômica de 25 anos, a palma de óleo demanda menos fertilizantes e pesticidas por tonelada de óleo produzido do que as outras oleaginosas. Além disso, temos a preocupação de capacitar e acompanhar de perto o manejo sustentável dos insumos, inclusive nos nossos parceiros da agricultura familiar.

A Palmaplan também se empenha em conviver em harmonia com o ambiente em que está inserida. Deste modo, todo o cultivo da Palmaplan é feito em áreas já desmatadas e degradadas, onde a palma de óleo desempenha um importante papel de proteção do solo. Além disso, conservar a vegetação nativa e preservar as áreas de preservação ambiental no seu entorno é uma preocupação constante para nós.

Investindo em capacitação de mão de obra local e numa parceria duradoura com a agricultura familiar, a Palmaplan vem se consolidando como uma alternativa econômica para a população de Rorainópolis (RR). Hoje, são mais de 30 agricultores familiares da região produzindo palma de óleo e recebendo capacitação e assistência técnica dos colaboradores da Palmaplan. Simultaneamente, nos preocupamos em ser uma referência para a comunidade em que estamos inseridos através do apoio a iniciativas sociais de impacto positivo, como o Programa Arca das Letras.

A Arca das Letras é um programa de bibliotecas rurais criado pela Secretaria Especial de Agricultura Familiar e do Desenvolvimento Agrário (SEAD) para democratizar o acesso da população rural à leitura. Nós, por meio da nossa sede na localidade da Vila do Equador, em Rorainópolis (RR), mantemos uma unidade da Arca das Letras para utilização tanto de nossos colaboradores quanto do restante da comunidade local.

Além dos empregos diretos que gera na região, a parceria da Palmaplan com a agricultura familiar consiste em uma relação contínua de capacitação de produtores e prestação de assistência técnica do cultivo à colheita da palma. Assim, além de garantir a renda de muitas famílias, a empresa garante o manejo sustentável dos insumos e a aplicação das melhores práticas.